<empty>
Um pouco da história da Portugal@Home
Perguntas e Respostas sobre o BOINC
Passeio da Fama
Como nos contactar
Procura por vida extraterrestre inteligente
Previsão climática
Previsão de estrutura de proteínas
Construção do maior acelerador de partículas do mundo
Procura por estrelas de neutrões
Detecção de colisões de asteróides com a Terra

 

 

Estado dos servidores:
Funcionalidade dos servidores dos vários projectos

 

 

 

Powering
Berkeley Open Infrastructure for Network Computing

  .

 

Quem é a Portugal@Home

A Portugal@Home mais não é do que os seus membros. Somos um grupo de Portugueses que colocam o tempo livre dos seus computadores ao serviço de causas que consideram úteis. Em vez de termos os computadores aborrecidos a navegar pela Internet ou a fazer outras tarefas triviais, deixamo-los contribuir para coisas tão sérias e fantásticas como a busca por vida extraterrestre inteligente, a previsão meteorológica para os próximos 100 anos ou a previsão de estruturas de proteínas. Tudo isto sem intervenção do utilizador do computador que continua a usá-lo como se não se passasse nada.

Apesar da actual participação em vários projectos debaixo do BOINC, durante 5 anos participamos exclusivamente no SETI@Home e por isso a grande maioria dos nossos membros, logo, a equipa, está mais vocacionada para esse projecto.

Temos como objectivo mobilizar o maior número de Portugueses. Queremos mostrar que no nosso país também sabemos estar à frente nas novas tecnologias e nas grandes causas mundiais.

 

Para se juntar à nossa equipa só tem de visitar a secção BOINC do nosso site onde encontrará instruções detalhadas.

 

 

Um pouco de história

A história da Portugal@Home confunde-se com a história do SETI@Home.

Um mês e meio depois do surgimento do SETI@Home, nasceu a 2 de Julho de 1999 aquilo que se viria a tornar a Portugal@Home. Na altura associada ao site de informática Superclocking e com o nome "SETI@Superclocking - Lusofonia", a pequena equipa começou a mobilizar portugueses que acreditavam numa causa.

 

Dois anos depois, em Julho de 2002, já independente do Superclocking e agora com o nome "SETI_Powa!", a nossa equipa contava com 57 membros e cerca de 20 anos de tempo de computação.

Logotipo na era da SETI_Powa! Clique para aumentar

 

A equipa continuou a crescer e no final de 2002 contávamos com 100 membros.

Em 30 de Maio de 2003 a equipa SETI@GenerationX juntou-se a nós. Com mais de 150 membros e 75.000WUs, começávamos a ter intenções nos tornarmos a maior equipa nacional.

 

É em 14 de Abril de 2003 que a nossa equipa adopta o nome que tem hoje. Depois da fusão da SETI_Powa! com a equipa da Globaldata, a Portugal@Home iniciou a sua era dourada. No final desse mês éramos 230 membros e tínhamos feito mais de 150.000 WUs.

Logotipo da Portugal@Home antes da passagem para o BOINC. Clique para aumentar

 

Às 11h46m do dia 27 de Agosto de 2003 , a Portugal@Home tornou-se na maior equipa Portuguesa de computação distribuída. A partir dessa data, nunca mais outro grupo de Portugueses conseguiu alcançar maior produção computacional do que nós. Tínhamos então processado 290.919 WUs em cerca de 197 anos de tempo conjunto de computação.

 

Sendo uma das 30 equipas mais rápidas do mundo, a Portugal@Home continuou a somar vitórias.

  • Em Setembro de 2003 chegamos aos 330 membros
  • Em Novembro de 2003 chegamos às 500.000 WUs.
  • Em Março de 2004 passamos a figurar entre as 100 maiores equipas do mundo e chegámos aos 500 anos de tempo de computação.
  • Em Julho de 2004 tinhamos mais de 1.000.000 de WUs, 450 membros e 600 anos de tempo de computação.

 

Com a passagem do SETI@Home para o BOINC, a Portugal@Home entrou na era em que está hoje. No Verão de 2004 começamos a migração para o BOINC e a 5 de Outubro desse ano passamos a contribuir para vários projectos que fazem parte do BOINC: SETI@Home, Climateprediction.net e Predictor@Home.

No final de 2004 a Portugal@Home entrou também nos projectos LHC@Home e Einstein@Home.

 

Entrando em 2005 na 25ª posição mundial no SETI@Home - de longe o maior projecto da Portugal@Home - e algures entre a 85ª e 150ª posição mundial nos restantes projectos, a nossa equipa continua a mostrar o grande interesse e capacidade de Portugal na contribuição para grandes causas científicas.

 

 

Valid HTML 4.01!Valid CSS!